19 fevereiro 2021

Wolverine entra para a USAF

Foto: Brett Schauf

A Força Aérea dos Estados Unidos finalmente reconheceu que recebeu a primeira de duas aeronaves de ataque leve Beechcraft AT-6E Wolverine em 18 de dezembro de 2020, e montou uma cerimônia fechada reconhecendo a entrega em Wichita, Kansas, em 3 de fevereiro de 2021. A aeronave foi o terceiro veículo de teste produzido pela Beechcraft.

A Textron Aviation Defense anunciou a finalização de um contrato de US$ 70,2 milhões com o Centro de Gerenciamento do Ciclo de Vida da Força Aérea dos EUA em março de 2020. Este contrato cobria o fornecimento de duas aeronaves Beechcraft AT-6 Wolverine, treinamento de pilotos, serviços de engenharia e até quatro anos de suporte para manutenção e sobressalentes.

Nos próximos seis meses, a aeronave permanecerá em Wichita, onde o Escritório do Programa de Aeronaves de Ataque Leve e a Textron Aviation Defense trabalharão em conjunto para obter a certificação de aeronavegabilidade para o AT-6E. Assim que a aeronave tiver um certificado de tipo militar dos EUA, ela estará disponível para exportação sob o processo de venda comercial direta ou por meio do procedimento de venda militar estrangeira. Tanto a Tunísia quanto a Tailândia receberam a aprovação do Congresso dos EUA para adquirir o tipo, e outras nações estão interessadas em adquirir o AT-6E.

Embora a USAF uma vez tenha dito que queria "uma capacidade viável de baixo custo para conter a ameaça extremista violenta, liberando aeronaves de quarta e quinta gerações para enfrentar ameaças emergentes", as perspectivas da Força Aérea ordenando um avião de ataque leve para seu próprio uso parece ter diminuído. A USAF agora parece ver as aeronaves de ataque leve como um meio de apoiar aliados e desenvolver a capacidade das forças aéreas das nações parceiras, em vez de algo que ela mesma possa operar.

Foto: USAF

Notícias Relacionadas:

Nenhum comentário:

Postar um comentário