Publicidade

27 julho 2022

Nova aeronave KC-30 é incorporada à Força Aérea Brasileira (FAB)

Com a aquisição, a FAB aumenta sua capacidade estratégica



O primeiro Airbus A330-200 a ser convertido em avião-tanque sob o programa KC-30 da Força Aérea Brasileira (FAB), pousou na Base Aérea do Galeão (BAGL), nessa terça-feira (26/07). A aeronave recebeu a pintura cinza característica da FAB no Centro de Manutenção, na Irlanda e, após isso, seguiu para Victorville (EUA), onde ocorreu a entrega contratual da aeronave. Já no último domingo (24/07), decolou com destino ao Brasil. Duas aeronaves foram adquiridas em processo licitatório, vencido pela empresa Azul Linhas Aéreas e atuarão com as matrículas FAB 2901 e FAB 2902 operadas pelo Segundo Esquadrão do Segundo Grupo de Transporte (2º/2º GT) – Esquadrão Corsário, com sede no Rio de Janeiro (RJ).


Já a segunda unidade do Airbus A330-200 está em processo similar na empresa de manutenção aeronáutica Joramco, localizada na Jordânia. Com a aquisição, a FAB aumenta sua capacidade em ações estratégicas, como reabastecimento em voo, apoio logístico, ações humanitárias e evacuação aeromédica, sejam elas nacionais ou internacionais.

A cerimônia de recebimento do KC-30 pela FAB e incorporação ao Esquadrão Corsário foi presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior e, estiveram presentes do Alto-Comando da Aeronáutica, Oficiais-Generais da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro além de Comandantes, Chefes e Diretores de Organizações Militares; bem como demais autoridades civis e militares.


Em suas palavras, o Comandante da FAB ressaltou a importância do momento para a defesa do país e o apoio ao desenvolvimento nacional, iniciando a leitura da Ordem do Dia com o pensamento do escritor alemão Johann Goethe. “Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor”, citou o Oficial-General, que falou ainda sobre o recebimento da nova aeronave. “A partir de hoje o FAB 2901 e sua incorporação ao 2º/2º GT simbolizam o início de uma nova era para a FAB, que terá continuidade, em breve, com o recebimento da segunda aeronave adquirida, com a finalização do processo de treinamento de nossos tripulantes e com a assinatura do contrato de conversão para o Multi Role Tanker Transport, o MRTT, ainda em 2022”, concluiu.


Na oportunidade o Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Sergio Roberto de Almeida, falou sobre o recebimento de mais uma aeronave para a Aviação de Transporte. “O recebimento do KC-30 e a sua incorporação na Força Aérea multiplica o patamar em relação ao transporte estratégico. Era uma lacuna que tínhamos perdido em relação à capacidade de transportar grandes cargas por grandes distâncias. Além disso, futuramente, poderemos ampliar nossos benefícios com o reabastecimento em voo, que nos dará maior flexibilidade e velocidade no transporte em carga”, finalizou.

Chegada da aeronave no Brasil



A primeira aeronave KC-30, o FAB 2901, que agora é incorporada ao Esquadrão Corsário, realizou o primeiro táxi na BAGL recebendo as boas-vindas do Corpo de Bombeiros da Base Aérea do Galeão.


O Comandante da BAGL, o Coronel Aviador Renato Alves de Oliveira, falou sobre a importância em receber uma aeronave de eficiência operacional na Base. ”Hoje é um dia histórico não só para BAGL, mas também para a FAB. A chegada do KC-30 representa a retomada de transporte estratégico e reafirma a BAGL como principal hub multimodal da FAB”, destaca.

Com a nova aquisição, a FAB une as possibilidades do KC-390 Millennium às características de emprego estratégico do KC-30, resultando em um significativo incremento em sua eficiência operacional. Os dois novos aviões, com 59 metros de comprimento cada, serão os maiores já operados pela Força.


As aeronaves serão modificadas pela Airbus para a versão MRTT, o que permitirá a realização de missões de reabastecimento em voo, transporte aéreo logístico (cargas e passageiros) e ajuda humanitária. Em situações de calamidade pública, como desastres naturais, pandemias ou emergências médicas, a aeronave também poderá realizar Missões de Evacuação Aeromédica (EVAM) para um grande número de pacientes.

Treinamento e preparação para operar o KC-30



Os pilotos da FAB que irão operar o novo KC-30 iniciaram o curso na Universidade da Azul Linhas Aéreas, em junho. O treinamento ainda incluiu os comissários e mecânicos do Esquadrão Corsário. Para que os militares pudessem operar as novas aeronaves da Força Aérea foi necessário um curso específico, como todos os processos de pilotagem, manutenção e segurança.

“O recebimento da Aeronave marca a reativação operacional do Esquadrão, que estava sem aeronaves há três anos. Esta nova aeronave, a maior já operada pela FAB, recoloca a capacidade estratégica para a nossa Força. Ela pode voar mais de 15 horas, como do Galeão para China, além de, futuramente, fazer o reabastecimento em voo. Dessa forma, promove a integração nacional e realiza ações de ajuda humanitária”, destaca o Comandante do Esquadrão Corsário, Major Olivieri.


Para celebrar o recebimento da aeronave, ocorreu também, na BAGL a Reunião da Aviação de Transporte (RAT), reunindo militares da FAB que cumprem missões nesta aviação. Além disso, foi realizado um sobrevoo com diversas aeronaves das Unidades Operacionais da FAB, como o KC-390 Millennium; o C-130 Hércules, o C-105 Amazonas, o C-99, C-97 Brasília e o C-95 Bandeirante.

O Diretor de Relações Institucionais da Azul Linhas Aéreas, Fábio Barros Franco de Campos, entregou a chave simbólica do FAB 2901 ao Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Baptista Junior e participou do batismo como forma de simbolizar o recebimento da primeira aeronave pela Força Aérea Brasileira. Em suas palavras, falou sobre a parceria com a Instituição. “A Azul tem um DNA de ser uma empresa verdadeiramente brasileira. Para nós, a importância da parceria com a FAB reflete um pouco deste DNA. Desde a sua fundação ela vem trabalhando para servir ao Brasil, conectando cidades brasileiras, indo além de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, explorando os rincões do nosso país, tal qual a missão da FAB. A entrega da aeronave demonstra a importância dessa parceria, ela estava servindo ao Brasil de uma maneira civil, agora passa a cumprir mais uma missão pelo nosso país junto à FAB”, completou.


Esquadrão Corsário


O 2º/2º Grupo de Transporte foi ativado pela Portaria nº 008/GM3, de 18 de janeiro de 1968, a partir de 20 de janeiro de 1968, na Base Aérea do Galeão, onde está sediado desde então. O Esquadrão operou, inicialmente, o Douglas DC-6B, designado de C-118 na FAB, prestou apoio às atividades do Correio Aéreo Nacional (CAN) e do Projeto RONDON, ações que contribuíram para integrar as comunidades do Norte do Brasil às demais regiões.

Em 1986 e 1987, a FAB adquiriu unidades do Boeing 707 da VARIG (empresa de transporte aéreo civil brasileira), sendo denominados KC-137. O 2º/2º GT foi selecionado para operar a aeronave e rapidamente tornou-se operacional, tendo absorvido alguns Oficiais dos Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transportes (1º/1º GT) - Esquadrão Gordo e Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º/1º GTT) e realizado a conversão operacional ao KC-137 sob instrução da VARIG.


O Esquadrão ficou sem aeronave alocada até julho de 2016, quando recebeu o Boeing C-767 2900, que foi utilizado em diversas missões de transporte de tropas. Já na sua primeira missão, 100 militares foram transportados desde Manaus, Boa Vista e Porto Velho até o Rio de Janeiro, para atuarem em apoio à realização dos Jogos Olímpicos. O C-767 também realizou uma viagem presidencial, em julho de 2017. Com o fim do contrato de “leasing” de 36 meses do C-767, a aeronave foi devolvida e, desde então, o Esquadrão encontra-se sem aeronave, com suas tripulações participando de missões em outros esquadrões de transporte da FAB.


Fotos: Sargento Müller Marin e Sargento Figueira/ CECOMSAER e Fábio Maciel / DECEA
Vídeo: Suboficial Ramos, Sargento Ronan e Sargento Figueira / CECOMSAER
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Wanessa Liz
Edição: Agência Força Aérea

Melhores momentos


Nenhum comentário:

Postar um comentário