Publicidade

10 outubro 2022

Caças do Brasil, Chile e Argentina começam treinamento de guerra aérea simulada

Caças F-5 da FAB chegam à Base Aérea Cerro Moreno. Foto: Fuerza Aérea de Chile

Com seis caças F-5EM, um KC-30 (ainda sem capacidade de reabastecimento em voo) e um KC-390, o contingente de 75 militares da Força Aérea Brasileira chegou no sábado (8 de outubro) à Base Aérea Cerro Moreno, em Antofagasta, no Chile. O objetivo será participar até o próximo dia 21 de outubro da quarta edição do exercício Salitre, que neste ano também reúne aeronaves das forças aéreas da Argentina e do país anfitrião. Canadá, Peru, México e Uruguai enviaram observadores.

Exercício Salitre será oportunidade do Brasil para mostrar as capacidades operacionais do KC-390. Foto: Fuerza Aérea de Chile

Os jatos brasileiros serão testados em missões de combate simulados ao lado dos F-16, F-5, A-36 e A-29 do Chile, além de três A-4AR Fightinghawk e três IA-63 Pampa da Argentina, que também enviou um reabastecedor KC-130H. Os Estados Unidos devem participar com militares especializados na área de informações e de forças especiais, com a inclusão de missões de infiltração de tropas e Joint Terminal Attack Controller (JTAC). A participação dos EUA terá destaque na inédita célula espacial, que integra o centro de operações aéreos combinados.

EUA e Chile devem treinar a atuação espacial durante o exercício Salitre. Foto: Fuerza Aérea de Chile

Semelhante em vários aspectos ao exercício brasileiro Cruzex, a Salitre foi realizada pela primeira vez em setembro de 2004, quando o Brasil ainda voava caças F-5 não modernizados e reabastecedores KC-137. Na segunda edição, em 2009, foram enviados os A-1 com um KC-130. Já a Salitre III, em 2014, viu a estreia dos F-5 modernizados.

Jatos A-36 Pulqui participam da Salitre 2022. Foto: Fuerza Aérea de Chile

Essa é a primeira vez que a Salitre não contará com a participação de aeronaves do Uruguai nem dos Estados Unidos, que chegou a enviar caças F-15C em 2009.


Nenhum comentário:

Postar um comentário