Publicidade

15 junho 2022

Produção dos caças F-16 será retomada em 2023

Pandemia e problemas com fornecedores atrasaram retomada dos trabalhos na linha de produção do caça


Vários países aguardam entregas de unidades do Fighting Falcon

Por André Magalhães

A Lockheed Martin voltará com a produção de caças F-16 Fighting Falcon a partir de 2023, que foi pausada por conta de alguns problemas, incluindo a pandemia e posteriormente por questões logísticas na cadeia de suprimentos.

A Lockheed Martin havia pausado, inicialmente, a linha de montagem do F-16 por conta da transferência da unidade da empresa de Forth Worth no Texas, para Greenville, Carolina do Sul.

Além disso, a pandemia atrasou a volta dos trabalhos e a falta de peças e problemas com fornecedores contribuíram para ampliar o atraso.

O diretor financeiro, Jesus Malave, disse que o contrato e treinamento de novos funcionários foi um "pequeno desafio", acima do esperado.

No entanto, diversos clientes globais esperaram pelas entregas dos novos F-16, incluindo o Bahrein, Taiwan, Eslováquia e Jordânia. Estes países irão compor em sua força aérea a moderna versão Block 70/72, também conhecida como F-16V.

O novo modelo tem obtido sucessos de vendas internacionais, se destacando especialmente por algumas características da nova versão, como o radar de varredura eletrônica Aesa APG-83 e demais modificações em sensores e armamentos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário