Publicidade

29 maio 2022

Dia Internacional dos Peacekeepers homenageia heróis militares e civis das missões de paz da ONU


Por Suellen Siqueira

Brasília (DF), 29/05/2022 - O Dia Internacional dos Peacekeepers, ou Dia Internacional dos Mantenedores da Paz, destaca-se pelo reconhecimento público da atuação de militares e civis — ainda vivos ou que já morreram — durante as missões de paz promovidas pela Organização das Nações Unidas (ONU).

A data é celebrada neste domingo (29) e homenageia esses heróis brasileiros que estiveram presentes em conflitos ocorridos em diversas regiões do planeta. Os Mantenedores da paz abrem mão de suas vidas em família e se deslocam para regiões distantes de suas pátrias para cumprir, com abnegação e dignidade, as missões que lhe são confiadas.

Participação - Nos últimos 74 anos, as Forças Armadas brasileiras estiveram presentes em 60 missões de manutenção da paz, com a participação de mais de 59 mil militares. Nesse período, duas missões coordenadas pelo Brasil se destacam, em especial a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti, conhecida como Minustah e que durou 13 anos.

A outra foi a Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano. Também comandada por um brasileiro, a missão contou com a participação contínua de navios, aeronaves e militares de outras nações na inspeção de cerca de 14 mil embarcações. O objetivo foi evitar a entrada de armas ilegais, por mar, em território libanês.

Excelência - O Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB) é a instituição referência do Ministério da Defesa (MD) responsável pela formação e especialização dos soldados da paz. O Centro possui certificação internacional legitimada pela ONU devido à excelência no preparo de recursos humanos para a execução das missões. Todas as ações são voltadas para militares, policiais e civis brasileiros e de nações amigas.

Também conhecidos como “boinas azuis ou capacetes azuis'', os Peacekeepers destacam-se por sua entrega total em operações que promovem a paz e a segurança mundiais, além de assegurar direitos básicos a milhões de pessoas. E é, justamente, em reconhecimento ao empenho dos militares brasileiros das Forças Armadas e das Forças Auxiliares que o MD homenageia esses brasileiros inesquecíveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário