Publicidade

31 janeiro 2022

Marinha do Brasil adia a baixa da fragata ‘Constituição’ para junho de 2023


A baixa da fragata Constituição – F42 da classe “Niterói” foi postergada para julho de 2023. A cerimônia de mostra de desarmamento ocorreria no dia 28 desse mês, mas de última hora foi cancelada devido à decisão do CON (Comando de Operações Navais) em deixá-la no setor operativo por mais um tempo. A razão disso: usá-la para apoiar os submarinos S-BR nas provas de mar.

Contudo, a permanência na ativa da Constituição exigirá ainda mais dos poucos recursos disponíveis para as FCN – Fragatas Classe Niterói.

Muitos sobressalentes que viriam da canibalização da F42 dariam uma sobrevida às outras FCN, porém agora essa fonte de peças secou.

Outro problema: a permanência do pessoal qualificado embarcado nela também afetará outras unidades, pois falta gente de determinadas especializações nos meios de superfície da Esquadra.

Projeto FÊNIX



Consoles do SICONTA Mk II no Centro de Operações de Combate (COC) de uma fragata classe Niterói

O Projeto Fênix criado para estender a vida útil de três FCN tem dado dor de cabeça para quem mexe no sistema de combate das fragatas.

A empresa Consub Defesa e Tecnologia recebeu um contrato para atualizar o sistema SICONTA Mk II para o SICONTA Mk II Mod 1 como parte do Projeto Fênix em dezembro de 2013.

O projeto prevê a troca do software e hardware dos consoles, mas os sensores dos navios estão muito degradados e ainda persistem alguns problemas de integração com o sistema de armas.

Manutenção das FCN



O encerramento das operações na Missão de Paz no Líbano prejudicou a manutenção das FCN, pois os recursos disponibilizados para a comissão eram usados na docagem e na compra de sobressalentes.

Depois do fim das operações em 2020, faltaram recursos para a manutenção adequada dos navios e a situação é crítica, de acordo com uma fonte.

Mas os problemas nas FCN e em outros navios da Esquadra não se resumem apenas ao material, pois o adestramento também está prejudicado.

Segundo relatos de pessoal embarcado, muitos desaprenderam a fazer o básico e o adestramento das tripulações está num nível muito baixo.

NDM Bahia


NDM Bahia – G40

O Navio Doca Multipropósito (NDM) Bahia – G40 está com um problema sério no eixo, que só tem sido remediado. O navio apresenta um vazamento e teve que suspender para as últimas comissões com bomba submersivel e edutores para “controlar” o alagamento. O Bahia precisa de reparos urgentes para que o problema não se torne maior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário