18 setembro 2021

Operação Sagitta Primus 2021

VBC DAAe Gepard

A 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea realizou, no período de 13 a 17 de setembro, o exercício de adestramento de suas Organizações Militares Diretamente Subordinadas, juntamente com as Subunidades de Artilharia Antiaérea orgânicas das Brigadas de Infantaria e Cavalaria, no Campo de Instrução de Formosa (CIF), denominado Operação Sagitta Primus 2021.

A atividade, que contou com a presença de todos os comandantes de Artilharia Antiaérea do Exército Brasileiro, teve início com uma concentração estratégica na região de Formosa-GO e culminou com a realização do tiro real do míssil Telecomandado RBS-70, do míssil Portátil Igla-S e do canhão 35mm da Viatura Blindada de Combate de Defesa Antiaérea Gepard (VBC DAAe Gepard)
. Contou ainda com o desdobramento do subsistema de controle e alerta, representado pelo Centro de Operações Antiaéreas e pelo Radar SABER M60, ambos de fabricação nacional.

A Operação, enquadrada numa situação tática no amplo espectro das operações, com execução do tiro real no terreno, adestrou guarnições dos Grupos e Baterias Antiaéreas na realização da defesa antiaérea em apoio à Força Terrestre na defesa de infraestruturas críticas do país, na proteção antiaérea das tropas e instalações da Zona de Combate, proporcionando liberdade de ação aos Comandantes nos diversos escalões e em variados tipos de operações.

Míssil Portátil Igla-S

Míssil Telecomandado RBS-70

VBC DAAe Gepard

Radar SABER M60

Alvos aéreos


FONTE: 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea

Nenhum comentário:

Postar um comentário