18 setembro 2021

Governo argentino reserva US$ 664 milhões para compra de caças JF-17 Thunder em 2022


Por Alexandre Galante

Segundo o site Aviacionline, foi apresentado ao Congresso Nacional da Argentina o projeto de orçamento para o ano fiscal de 2022, que inclui um pedido de US$ 664 milhões para a aquisição dos caças JF-17 Thunder Block III.

Assim, fica claro qual a escolha da Força Aérea Argentina (FAA) para seu próximo caça supersônico, descartando as ofertas da Rússia, EUA e Índia.

O orçamento solicitado seria suficiente para a compra de 12 jatos JF-17 Thunder em seu padrão mais recente e moderno, levando em consideração o preço de 50 milhões por unidade (que o Governo teria tentado baixar). Além disso, dentro desses U$S 664 milhões, 20 milhões estão previstos para a reforma e modernização das pistas e da infraestrutura que receberão as novas aeronaves.

Até o momento, esse é o sinal mais claro a favor da opção chinesa, o que evidencia a firme intenção da Força Aérea Argentina de concluir a compra o mais rápido possível. No entanto, ninguém pode reivindicar a vitória ainda. Até que o contrato seja assinado e os primeiros recursos sejam desembolsados, ainda pode haver contra-ofertas de outros países.


ATUALIZAÇÃO: 


Nota do Ministério da Defesa da Argentina esclarecendo a notícia da compra de caças JF-17 Thunder

"O Ministério da Defesa informa que, por meio de Nota de Autorização de Operações de Crédito Público, solicitou a inclusão no Orçamento de 2022 da autorização para gestão de crédito de até US$ 664 milhões para aquisição de caças polivalentes, para vigilância e controle do espaço aéreo.

Desta forma, este ministério esclarece que não foi emitida a compra de aeronaves supersônicas de qualquer origem, e está em fase de avaliação técnico-econômica e financeira de cinco alternativas."

Nenhum comentário:

Postar um comentário