08 setembro 2021

Marinha do Paquistão recebe a primeira aeronave Embraer Lineage 1000 para patrulha marítima de longo alcance

Mais duas aeronaves da série também foram contratadas pela Marinha do Paquistão



KARACHI - A Marinha do Paquistão (PN) introduziu no dia 2 de setembro a primeira aeronave de patrulha marítima de longo alcance a jato (LRMP), afirmou um comunicado de imprensa do departamento de relações públicas navais.

A cerimônia de posse do jato bimotor foi realizada na PNS Mehran, Karachi. O Chefe do Estado-Maior Naval, almirante Muhammad Amjad Khan Niazi, compareceu à cerimônia como principal convidado.

“A aeronave bimotor recentemente introduzida é uma variante da aeronave a jato da Embraer de última geração construída no Brasil e utilizada globalmente em operações aéreas. Mais duas aeronaves da série também foram contratadas pela Marinha do Paquistão”, acrescentou o comunicado.

Essas aeronaves serão equipadas com as mais recentes armas e sensores para realizar operações aéreas marítimas.

Além disso, o chefe naval elogiou a notável transição do Braço Aéreo da Marinha do Paquistão da era do hélice para a era do jato das operações LRMP.

“Ele assegurou à nação que a Marinha do Paquistão está totalmente ciente dos desafios prevalecentes e está empenhada em atualizar sua frota de combate para gerar uma resposta rápida. Ele também destacou que a Marinha do Paquistão está contribuindo efetivamente para a política do governo de promover a paz e a estabilidade na região como uma nação marítima responsável”, afirmou o comunicado de imprensa.

O almirante Niazi ressaltou ainda que a PN está comprometida em proteger suas frentes marítimas, ao mesmo tempo em que garante um ambiente marítimo favorável na região.

Anteriormente, durante seu discurso de boas-vindas, o comandante da Frota do Paquistão, contra-almirante Naveed Ashraf, destacou as capacidades da nova aeronave e expressou esperança de que a adição desta potente aeronave aumentará as capacidades da PN para proteger os interesses marítimos do Paquistão, acrescentou o comunicado.

Posteriormente, o almirante Niazi entregou os documentos da aeronave ao comandante do esquadrão em questão. A cerimônia contou com a presença de oficiais superiores em serviço e aposentados da PN, CPOs (suboficiais) e marinheiros.


FONTE: The Express Tribune, via Poder Aéreo

Nenhum comentário:

Postar um comentário