28 julho 2021

Sikorsky recebe contrato de suporte logístico para os helicópteros Black Hawk da FAB

O contrato plurianual simplifica e acelera o acesso a peças de reposição e conhecimento de engenharia



STRATFORD, Conn., 27 de julho de 2021 – A Sikorsky, uma empresa Lockheed Martin, assinou um contrato de quatro anos da Força Aérea Brasileira para fornecer suporte logístico para os 16 helicópteros H-60L 
Black Hawk da FAB. O contrato irá melhorar o apoio à frota, resultante do armazenamento local de peças sobressalentes comumente necessárias, assistência de um técnico de serviço de campo regional da Sikorsky e suporte técnico direto da Sikorsky Engineering.

“Agradecemos à Força Aérea Brasileira por escolher a Sikorsky para fornecer o mais alto nível de suporte logístico para sua frota de helicópteros Black Hawk”, disse Felipe Benvegnu, diretor de desenvolvimento de negócios de sustentação da Sikorsky. “O armazenamento local de peças sobressalentes eliminará os longos prazos de entrega de materiais que manteriam uma aeronave no solo. A estreita colaboração com os engenheiros da Sikorsky, seja virtual ou pessoalmente, também ajudará os mantenedores da Força Aérea a melhorar as taxas de prontidão dessas aeronaves utilitárias para missões importantes, como busca e resgate”.

A Força Aérea Brasileira adquiriu suas 16 aeronaves Black Hawk via FMS (Foreign Military Sales) entre 2006 e 2013.

O contrato da Força Aérea segue o modelo de um acordo plurianual de suporte logístico entre Sikorsky e o Exército Brasileiro. Em 2019, após contratos anteriores com o Exército, a taxa de disponibilidade de voo das quatro aeronaves HM-2 Black Hawk do Exército atingiu 100%.

Sobre a Lockheed Martin

Sediada em Bethesda, Maryland, a Lockheed Martin Corporation é uma empresa global de segurança e aeroespacial que emprega aproximadamente 114.000 pessoas em todo o mundo e se dedica principalmente à pesquisa, projeto, desenvolvimento, fabricação, integração e sustentação de sistemas, produtos e serviços de tecnologia avançada.

FONTE: Lockheed Martin

Nenhum comentário:

Postar um comentário