26 março 2021

Jubileu de Ouro das Aeronaves Lynx


O dia 21 de março de 2021 marca o Jubileu de Ouro do voo inaugural do primeiro helicóptero da família Lynx, o WG-13 matrícula XW835. Fabricada pela britânica Westland Helicopters, a família de aeronaves Lynx teve seu projeto iniciado ainda na década de 1960 com o objetivo substituir o Westland Scout e o Wasp (operado pelo EsqdHU-1 de 1965 a 1990). Projeto audacioso que buscava espaço como helicóptero utilitário, chamou a atenção do mercado militar tendo sido desenvolvidos projetos para operação naval e operação sobre terra.

Ainda como um protótipo, uma aeronave Lynx quebrou o recorde mundial de velocidade de helicópteros ao voar a 173,7 nós, em 1972. O sucesso do projeto foi reconhecido com ordens de compra do Exército e Marinha Britânicos e da Marinha Francesa.

A Marinha do Brasil acompanhou a tendência e, junto com a compra das Fragatas Classe Niterói, adquiriu nove aeronaves Lynx Mk21, denominadas Sea Lynx e designadas SAH-11, dando origem ao 1º Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque Anti-submarino (EsqdHA-1), em 1978.

Em 1986, o recorde mundial de velocidade de helicópteros foi novamente quebrado por um Lynx, que utilizando pás com a tecnologia BERP (British Experimental Rotor Programme), voou a 216,5 nós.

O desempenho e eficiência em operações qualquer tempo (QT) sobre o mar em navios dotados de pequenos convoos fez o Lynx ficar conhecido como o melhor helicóptero do mundo para navios pequenos, sendo a versão naval a mais fabricada e reconhecida mundialmente, tendo sido operada por Reino Unido, França, Alemanha, Dinamarca, Portugal, Coreia do Sul, Malásia e Argélia.

Ao longo de sua vida, os Lynx passaram por diversos testes em batalha, participando ativamente da Guerra das Malvinas, das Guerras do Golfo (Primeira e Segunda), da Guerra em Kosovo e da Guerra no Afeganistão.

Hoje, a MB opera as aeronaves Lynx Mk21B, denominadas WildLynx e designadas AH-11B, após passarem por um segundo programa de modernização desde a criação do EsqdHA-1. Dos oito helicópteros previstos em contrato, três já foram entregues, um está em processo de recebimento final no Brasil e quatro passam pelo processo de modernização no Reino Unido.

Acompanhando os desenvolvimentos tecnológicos, as aeronaves Lynx deram origem a uma nova família de helicópteros, os AW-159 WildCat, hoje fabricados pela Leonardo Helicopters e operados pelo Exército e Marinha Britânicos, pela Marinha da Coréia do Sul e pela Marinha das Filipinas.

Lynx WG-13 matrícula XW835

Lynx Mk21 (SAH-11 Sea Lynx)

Lynx Mk21B (AH-11B WildLynx)

FONTE: ComForAerNav 

Nenhum comentário:

Postar um comentário