Leonardo M-346 Fighter Attack realiza voo inaugural equipado com radar Grifo


ROMA — No dia 13 de julho, a versão operacional do M-346 Fighter Attack, equipada com uma variante otimizada do radar Grifo da Leonardo, completou com sucesso seu voo inaugural. O M-346FA é a nova variante de ataque leve da família de aeronaves M-346 Light Fighter da empresa (LFFA). Oferece recursos de múltiplas funções com uma única plataforma, disponibilizando, de maneira econômica, funções de treinamento e combate.

Lucio Valerio Cioffi, diretor da Leonardo Aircraft, disse: “Estou extremamente satisfeito com o trabalho que fizemos para alcançar esse importante marco e com o ritmo em que alcançamos. Com essa conquista mais recente, as aeronaves de treinamento mais avançadas disponíveis no mercado em breve serão acompanhadas pelo mais versátil M-346 Fighter Attack.


“O M-346FA oferece todos os recursos avançados de treinamento do núcleo M-346, além de integrar sensores e equipamentos de última geração, permitindo que ele funcione como uma aeronave de ataque leve eficaz. Agora, continuaremos o desenvolvimento enquanto nos preparamos para entregar a primeira aeronave ao seu cliente de lançamento internacional em 2021.”

O sensor principal da aeronave é o radar Grifo-M-346 de varredura mecânica e multimodo da Leonardo, uma variante especialmente otimizada desenvolvida por Leonardo para o M-346FA. O Grifo-M-346 é uma solução confiável e de alto desempenho, oferecendo grande precisão.


O M-346FA também é protegido por um subsistema completo de defesa (DASS), enquanto o seu conjunto de comunicações sofisticado e centralizado em rede que incorpora um sistema de comunicações seguras e o Tactical Data Link garante a interoperabilidade. A plataforma também pode empregar o LINK-16 para interoperar com as forças da OTAN.

O M-346FA pode empregar uma ampla gama de armamento ar-ar e ar-solo (incluindo guiado por IR, radar e/ou laser/GPS) e pode ser equipado com um pod de canhão, sensores de reconhecimento e pods de designação de alvo e guerra eletrônica, todos integrados ao sistema Helmet Mounted Display (HMD) para ambos os pilotos.

No domínio do treinamento, o M-346FA se beneficia de todos os recursos avançados do treinador M-346, incluindo a capacidade de integrar-se em ambientes construtivos virtuais ao vivo (LVC). Isso envolve vincular a verdadeira aeronave de treinamento no céu aos simuladores no solo e incorporar forças virtuais amigas e inimigas, permitindo que os pilotos alunos desafiem uma ampla gama de cenários táticos.

A versão de treinamento do M-346 está atualmente em serviço com as forças aéreas da Itália, Singapura, Israel e Polônia.

FONTE: Leonardo via Poder Aéreo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

FAB intercepta duas aeronaves suspeitas em operações simultâneas

A Ação, que faz parte da Operação Ostium para coibir ilícitos transfronteiriços, apreendeu mais de uma tonelada de cocaína A-29 Super Tucano...