Rússia vai revelar nova versão do Pantsir durante desfile militar em Moscou

Pantsir-S1M

A Rússia planeja revelar sua nova versão avançada do sistema de mísseis antiaéreos Pantsir (AAGM) durante o próximo desfile militar maciço na Praça Vermelha de Moscou.

O presidente Vladimir Putin ordenou que os militares realizassem o desfile do Dia da Vitória, anteriormente adiado, em 24 de junho, quando a Rússia parecia estabilizar seu surto de coronavírus.

Pela primeira vez estará demonstrando o sistema de defesa aérea de curto alcance Pantsir (SHORAD), chamado Pantsir-S1M.

O sistema de defesa aérea Pantsir-S1M é baseado no chassi Kamaz-53958 Tornado e equipado com um novo radar e avançado sistema de rastreamento de alvos eletro-ópticos infravermelhos. Ele foi projetado para fornecer proteção contra aeronaves de combate de asa fixa e rotativa, veículos aéreos não tripulados e armas de alta precisão, incluindo mísseis anti-navio e cruzeiro.

Também afirmou que a versão atualizada do sistema de mísseis de defesa aérea e artilharia Pantsir-S1M adquiriu a capacidade de atingir efetivamente todos os tipos de drones. O trabalho de atualização foi realizado com base na experiência adquirida durante os conflitos sírios e líbios.

O alcance do novo míssil foi aumentado para 30 quilômetros.

De acordo com Janes, a nova variante pode lançar um novo míssil de alta velocidade de dois estágios com alcance estendido e características de interceptação de alvo melhoradas, bem como o míssil de dois estágios 57E6. Ambos os mísseis usam uma configuração de dois estágios com um estágio de impulso destacável e um segundo estágio passivo que carece de um sustentador. Em vez disso, ele depende da energia cinética transmitida pelo propulsor para atingir seu alvo.

As Forças Armadas russas estão procurando um sistema de defesa aérea mais avançado e com melhor custo-benefício para substituir o sistema de defesa antiaéreo Pantsir (SA-22 de acordo com a designação da OTAN).

De acordo com fontes do Ministério da Defesa da Federação Russa, que falaram sob a condição de anonimato, o Exército russo e a Marinha estão insatisfeitos com o complexo Pantsir e olhando para novos sistemas de defesa aérea. Para o exército, o sistema de defesa aérea Pantsir mostrou-se muito pesado, complexo e não eficaz para proteger contra a maioria das ameaças em potencial. Para proteger os navios na zona costeira e nos portos, a versão naval do Pantsir também se tornou muito cara e não muito eficaz.


Tradução e Adaptação: Defesa Brasil Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Primeiro caça Gripen da FAB já está a caminho do Brasil

Primeiro Gripen E da Força Aérea Brasileira – Foto: Saab O primeiro caça F-39 Gripen E brasileiro já deixou a Suécia a bordo de um navio mer...