Gripen deve chegar ao Brasil em outubro

Gripen da FAB. Foto: Lasse Hejdenberg / SAAB

A equipe da Revista ASAS apurou que o primeiro F-39E Gripen deve chegar ao Brasil em outubro. Porém, a aeronave ainda não será entregue à Força Aérea Brasileira: seguirá para a sede da Embraer em Gavião Peixoto (SP), onde continuará o programa de testes de voo, sob responsabilidade da equipe da empresa brasileira.

A primeira entrega para a Força Aérea Brasileira acontecerá no próximo ano. A FAB já prepara a Base Aérea de Anápolis (GO), seus pilotos e seus mecânicos para a futura aeronave. O 1º Grupo de Defesa Aérea (1º GDA) será o primeiro esquadrão a operar a aeronave. Quando a entrega das 36 estiver concluída, o que é previsto para ocorrer em 2026, devem ser dois esquadrões equipados com o F-39: o 1º GDA e o Esquadrão Adelphi, ambos da Ala 2, em Anápolis.

O contrato custou 39.882.335.471,65 de Coroas Suecas. O valor em Reais ou dólares varia de acordo com a cotação do câmbio. A entrega do primeiro caça à FAB em 2021 já estava prevista desde a assinatura do contrato, em 2014. O contrato já inclui um suporte logístico para cinco anos de operação ou mais de 26 mil horas de voo. Ainda não há definições sobre futuros lotes de aeronaves adicionais, mas a FAB confirma analisar essa possibilidade.

A aeronave que virá ao Brasil já em outubro será uma dos seis protótipos já em testes na Suécia. Atualmente, a campanha de ensaios tem como foco o teste dos sistemas, como o radar de abertura sintética Selex ES-05 Raven, o sensor ótico ES 60 Skyward, o Wide Area Display e a suíte de guerra eletrônica. Cada dispositivo é testado separadamente e depois em conjunto em diversas fases de voo.

Mais de 350 brasileiros, entre engenheiros e técnicos, participam do programa de transferência de tecnologia. Além disso, em 2016, o Gripen Design and Development Network (GDDN) foi inaugurado junto à unidade da Embraer de Gavião Peixoto. No local, profissionais brasileiros e suecos trabalham conjuntamente.

Um dos principais trabalhos realizados no GDDN é o desenvolvimento do F-39F, versão para dois tripulantes criada a pedido do Brasil. Oito dos caças brasileiros serão do modelo F-39F. O primeiro desses será entregue à FAB em 2023.

A Saab incorporou o Gripen F ao seu portfólio de produtos oferecidos mundialmente. A Finlândia já considera utilizar o modelo. Além de servir para treinamento, o Gripen F também pode ser escalado para missões mais complexas, com os dois tripulantes explorando simultaneamente sensores da aeronave.

Assista ao primeiro do voo protótipo brasileiro do Gripen, ocorrido em agosto de 2019, na Suécia:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Primeiro caça Gripen da FAB já está a caminho do Brasil

Primeiro Gripen E da Força Aérea Brasileira – Foto: Saab O primeiro caça F-39 Gripen E brasileiro já deixou a Suécia a bordo de um navio mer...