Chegou o primeiro CMV-22B da Marinha dos EUA

O primeiro CMV-22B Osprey da US Navy para uso operacional chegou à Estação Aérea Naval em North Island, em 22 de junho


CMV-22B Osprey 

A aeronave é atribuída aos “Titans” do Fleet Logistics Multi-Mission Squadron (VRM) 30, primeiro esquadrão CMV-22B da Marinha dos EUA. O VRM-30 foi estabelecido em 2018 para iniciar a transição da Marinha do Greyhound C-2A para o CMV-22B 
Osprey.

“Hoje marca nosso aniversário como esquadrão”, disse o comandante Trevor Hermann, comandante do VRM-30. “Contamos com nossos irmãos e irmãs do Corpo de Fuzileiros Navais para nos ajudar em nosso treinamento. Hoje nossos esforços são tangíveis, como você pode ver com o pouso de nossa primeira aeronave.”

Nas últimas quatro décadas, o C-2A Greyhound fornece suporte logístico a porta-aviões em toda a Marinha. No entanto, o CMV-22B Osprey, com maior alcance operacional, carregamento/descarregamento mais rápido de carga, maior capacidade de sobrevivência e aprimoramento além da linha de visão, assumirá esta missão essencial. Herman também enfatizou a importância dos marinheiros altamente treinados que trabalharão nessas aeronaves.

“Este é o instrumento que trará letalidade à frota”, disse Hermann. “Sem os mantenedores, tripulantes aéreos e pilotos, esta aeronave nada mais é do que fibra de carbono e aço. Nós somos o coração e a alma desta aeronave. Somos a entrega a bordo de porta-aviões, somos aviação naval e carregamos a frota.”


O CMV-22B Osprey é uma variante do MV-22B Osprey e será responsável pela condução de serviços de alta prioridade de transporte de carga e passageiros em apoio a grupos de ataque e forças-tarefa. O Osprey é um avião tiltrotor capaz de decolar e pousar verticalmente, mas transitar como aeronave turboélice.

O capitão Dewon Chaney, comandante da Fleet Logistics Wing Multi-Mission, disse que esta aeronave é uma grande atualização e ele está surpreso com todo o trabalho duro de todos para entregá-la em um momento tão difícil.

“Entre o COVID-19 e o cronograma de entrega das aeronaves, todos ficaram focados em entregar essa carruagem para nós”, disse Chaney. “É tão incrível que tenhamos essa máquina capaz de desdobrar na frota para desenvolver letalidade de combate, e estou feliz por testemunhar isso como seu comandante”.

O CMV-22B é um componente crítico da ‘Ala Aérea do Futuro’ e oferece a versatilidade, flexibilidade e recursos necessários em uma luta de alto nível. A capacidade da aeronave de integrar-se às operações de asa fixa e operar à noite dará aos nossos porta-aviões um novo nível de flexibilidade para ajustar as operações, conforme necessário para cumprir a missão.


FONTE: Marinha dos EUA via Poder Naval

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Terceira aeronave KC-390 Millennium é incorporada à frota da FAB

Aeronave de matrícula FAB 2855 pousou neste sábado (27/06), na Ala 2, em Anápolis (GO) A Força Aérea Brasileira (FAB) recebeu, neste...