Autoridades do Prosub acompanham obra do reator do Labgene na Nuclep


A NUCLEP recebeu nessa terça-feira (23), autoridades do Programa de Desenvolvimento de Submarinos da Marinha (PROSUB), que estiveram de perto, no piso fabril da empresa, acompanhando a obra para AMAZUL – Amazônia Azul Tecnologias de Defesa S.A., de fabricação do chamado Bloco 40, parte do protótipo do reator nuclear que está sendo desenvolvido no Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo (CTMSP).

Com capacidade e experiência reconhecidas pela Marinha, a NUCLEP está em processo de fabricação, montagem e fornecimento do vaso (cilindro) e estruturas internas de contenção, além do tanque de blindagem primária do chamado LABGENE – Laboratório de Geração de Energia Nucleoelétrica, concebido como um protótipo, em terra e em escala real, dos sistemas de propulsão que serão instalados no SN-BR (submarino com propulsão nuclear).

Parte essencial do Programa Nuclear da Marinha, o LABGENE tem como função permitir a simulação, em condições ótimas de segurança, da operação do reator e dos diversos sistemas eletrônicos a ele integrados, antes de sua instalação no submarino com propulsão nuclear.

LABGENE e seus equipamentos (clique na imagem para ampliar)

LABGENE em construção no inicio de 2018 – imagem de palestra da MB em evento da indústria nuclear

As autoridades, recebidas pelo presidente da empresa, C.Alte. (RM-1) Carlos Henrique Silva Seixas, e os diretores Industrial, CMG/EN Affonso Alves, e Comercial, Nicola Mirto Neto, além de visitarem as instalações fabris da empresa, assistiram a uma apresentação pela diretoria Industrial da NUCLEP, que detalhou as etapas e o andamento para a entrega do Bloco 40 à AMAZUL.

Formavam a comitiva, o diretor do Centro Tecnológico da Marinha de São Paulo (CTMSP), V.Alte Noriaki Wada, o Diretor de Desenvolvimento Nuclear da Marinha, V.Alte (EN) Guilherme Dionizio Alves, o Coordenador-Geral do Programa de Desenvolvimento de Submarino com Propulsão Nuclear, V.Alte (RM1/ EN) Sydney dos Santos Neves, o Diretor do Centro de Desenvolvimento de Submarinos, C.Alte Flávio Antoun Netto, o Gerente do Empreendimento Modular de Obtenção de Submarinos, C.Alte Celso Mizutani Koga, e o Gerente do Empreendimento Modular de Obtenção da Infraestrutura Industrial Naval de Itaguaí, C. Alte José Gentile.



Maquete do reator nuclear brasileiro PWR

Detalhe da parte interna do reator PWR brasileiro

Esquema do Reator Nuclear Naval da MB

DIVULGAÇÃO/FOTOS: Gerência Geral de Comunicação da Nuclep

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Primeiro caça Gripen da FAB já está a caminho do Brasil

Primeiro Gripen E da Força Aérea Brasileira – Foto: Saab O primeiro caça F-39 Gripen E brasileiro já deixou a Suécia a bordo de um navio mer...