Cinco curiosidades sobre o Gripen Brasileiro

Escolhido no Programa FX-2, o processo licitatório que visava reequipar a Força Aérea Brasileira (FAB) com novas aeronaves de caça, o Gripen E/F tem muita história boae curiosidades para serem compartilhadas.


Foto: Saab


Selecionamos aqui cinco curiosidades para começar:


  1. Desde 26 de agosto de 2019, o Gripen Brasileiro está passando por uma série de ensaios em voo em Linköping, na Suécia, onde deve permanecer até o segundo semestre de 2020, quando virá ao Brasil para dar continuidade a campanha de ensaios em voo aqui no Brasil.
  2. O Gripen foi concebido para ser flexível e utilizar pequena infraestrutura logística. Ele precisa de apenas 500m de pista para decolar e 600m de distância para pousar.
  3. O tempo de mudança de configuração do Gripen também é mínimo! São necessários apenas 10 minutos para configurá-lo para missões ar-ar, incluindo o reabastecimento e o remuniciamento das armas.
  4. Programa Gripen Brasileiro inclui mais de 60 projetos de offset – uma compensação de natureza industrial, tecnológica e comercial – a fim de promover a autonomia da Força Aérea Brasileira e da indústria aeronáutica na aquisição de know-how em inteligência de defesa e independência na manutenção dos caças.
  5. Desde novembro de 2016, funciona o Centro de Projetos e Desenvolvimento do Gripen (GDDN - Gripen Design and Development Network) na planta da Embraer, em Gavião Peixoto (SP). O GDDN é o hub do desenvolvimento tecnológico do Gripen no Brasil e conta, atualmente, com o trabalho de aproximadamente 190 engenheiros brasileiros e 20 suecos.

FONTE: Saab

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Primeiro caça Gripen da FAB já está a caminho do Brasil

Primeiro Gripen E da Força Aérea Brasileira – Foto: Saab O primeiro caça F-39 Gripen E brasileiro já deixou a Suécia a bordo de um navio mer...