Parque Regional de Manutenção da 3ª Região Militar recupera e aprimora capacetes intercomunicadores

Aparelho transmissor MK-1697/G

Santa Maria (RS) – O Parque Regional de Manutenção da 3ª Região Militar recebeu 332 capacetes de proteção com aparelhos transmissores (modelo MK-1697/G), que se encontravam indisponíveis nas unidades apoiadas, para estudo de viabilidade de recuperação. Realizado o estudo do problema, o Pelotão de Manutenção de Equipamentos e Instrumentos (PMEI) consolidou o plano para a realização da manutenção corretiva e a recuperação dos equipamentos, abrangendo a frota de blindados VBCC Leopard 1 A5 e VBC AAe Gepard 1 A2.

VBCC Leopard 1 A5

A manutenção corretiva consistiu na substituição do cabeamento de transmissão de áudio e energia, que apresentava grande desgaste, bem como o reforço dos conectores – motivos pelos quais havia tantos equipamentos indisponíveis. Além disso, outro grande problema apresentado pelo aparelho e reportado pelos militares que o utilizam é o baixo volume de áudio. A causa desse problema foi levantada pelos técnicos do PMEI. A partir daí, foi construído um protótipo de circuito que corrige essa incompatibilidade e permite um ganho de volume, sanando a problemática relatada pelos usuários.


Protótipo de circuito corretor

Com o protótipo consolidado, foi solicitado o apoio do Comando de Comunicações e Guerra Eletrônica do Exército para a compra de 250 unidades do dispositivo de adaptação. Esse lote piloto será aplicado nos capacetes e serão entregues para as organizações militares usuárias das viaturas para teste de aceitação.


Fotos: Pq R Mnt/3

FONTE: Pq R Mnt/3 via Noticiário do Exército

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Terceira aeronave KC-390 Millennium é incorporada à frota da FAB

Aeronave de matrícula FAB 2855 pousou neste sábado (27/06), na Ala 2, em Anápolis (GO) A Força Aérea Brasileira (FAB) recebeu, neste...