Guatemala desiste de comprar os dois aviões argentinos Pampa III

O subcontrolador da Qualidade da Despesa, César Elías, anunciou que, se o Ministério da Defesa da Guatemala não cumprisse a recomendação, apresentaria reclamações


Pampa III

O vice-ministro da Defesa, Jorge Ruiz Serovic, confirmou hoje que a aeronave Pampa III não será mais “comprada” da companhia aérea estatal argentina, por recomendação da Controladoria Geral de Contas (CGC). Isso foi anunciado durante sua convocação à Bancada Unida Revolucionária Nacional Guatemalteca (URNG-Maíz) no Congresso.

Fernando Fernandez, delegado da instituição de auditoria, indicou na reunião que era recomendado suspender a negociação porque o acordo que seria usado para a compra da aeronave não é “previsto em lei”.

O subcontrolador da Qualidade da Despesa, César Elías, havia alertado que, se o Exército não cumprisse o aviso de que a compra da aeronave – por meio do acordo modificado – “era inadmissível”, eles apresentariam queixas criminais.

“A análise legal do processo enviado pelo Ministro da Defesa foi concluída, notificamos que os regulamentos que ele invoca para iniciar o procedimento de aquisição são inadmissíveis, e recomendamos que ele desista imediatamente e se submeta ao cumprimento do atual sistema legal”, assegurou Elias ontem.

Em 3 de junho, o presidente Jimmy Morales e o chefe da pasta militar, Luis Miguel Ralda Moreno, viajaram para a Argentina com outras autoridades para organizar a aquisição das duas aeronaves por US$ 28 milhões.

O Gabinete do Procurador Contra a Corrupção investiga o caso das aeronaves. Nilson Castillo, promotor responsável, indicou que “estão realizando todas as análises” e que solicitarão “os documentos necessários”.

FONTE: elperiodico.com.gt via Poder Aéreo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Primeiro caça Gripen da FAB já está a caminho do Brasil

Primeiro Gripen E da Força Aérea Brasileira – Foto: Saab O primeiro caça F-39 Gripen E brasileiro já deixou a Suécia a bordo de um navio mer...