Mostrando postagens com marcador Operação Yanomami. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Operação Yanomami. Mostrar todas as postagens

09 abril 2023

Operação conjunta destrói aeronave em garimpo ilegal

A operação noturna foi deflagrada logo após o horário de desativação dos corredores legais


(Foto: Ministério do Meio Ambiente)

Na primeira ação de combate ao tráfego aéreo ilegal após a desativação dos corredores aéreos legais nas Terras Indígenas Yanomami (TIY), uma operação conjunta entre as Forças Armadas, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) destruiu uma aeronave em solo e prendeu dois homens em uma pista clandestina de garimpo ilegal, a sudeste de Surucucu (RR), próximo à fronteira com a Venezuela.

07 abril 2023

Operação Yanomami: Comando Conjunto intensifica ações de Inteligência, Vigilância e Reconhecimento

Diversos garimpos entre ativos e inativos, pistas de pouso não homologadas e exploração mineral de cassiterita já foram identificados



O Comando Operacional Conjunto Amazônia (Cmdo Op Cj Amz), por meio da Força Aérea Brasileira (FAB), tem intensificado as ações de Inteligência, Vigilância e Reconhecimento (IVR) nas áreas de garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami (TIY), em Roraima (RR).

02 março 2023

Comando Conjunto realiza transporte de gerador de energia para Surucucu

O transporte do gerador foi realizado nessa terça-feira (28/02)



O Comando Operacional Conjunto Amazônia (Cmdo Op Cj Amz), por intermédio do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte (EsqdHU-41), da Marinha do Brasil, realizou nessa terça-feira (28/02), o transporte de um gerador de energia, por meio de carga externa, da Base Aérea de Boa Vista (BABV) para a região de Surucucu (RR), na Operação Yanomami.

15 fevereiro 2023

Importância da Aviação de Inteligência na Operação Yanomami

Toda informação é utilizada para produção de conhecimento sobre o terreno, a exemplo da análise de imagens coletadas por sensores embarcados em aeronaves



Coleta e análise de informações para melhorar a eficiência e efetividade das operações. São com estas atribuições que os trabalhos da Inteligência Operacional acontecem junto ao Comando Operacional Conjunto Amazônia (Cmdo Op Cj Amz), que comanda as missões da Operação Escudo Yanomami 2023, deflagrada em terras indígenas Yanomami, em Roraima (RR), há quase 25 dias.

Operação Yanomami: Forças Armadas empregam 15 aeronaves e cerca de 500 militares


Por Isabela Nóbrega e Suellen Siqueira

Brasília (DF), 14/02/2023 - As Forças Armadas estão mobilizando, atualmente, 15 aeronaves e cerca de 500 militares no atendimento emergencial aos Yanomamis e no enfrentamento ao garimpo ilegal, em Roraima. A ação dos militares na região, por meio do Comando Operacional Conjunto Amazônia, tem auxiliado o trabalho integrado da força-tarefa mobilizada pelo Governo Federal. Até o momento, já foram transportadas 105 toneladas de mantimentos, medicamentos e materiais para o atendimento aos Yanomamis e realizadas 648 horas de voo.

07 fevereiro 2023

C-98 Caravan da FAB já transportou 40 toneladas de suprimentos a Surucucu

A aeronave é uma das poucas que conseguem pousar na pista da região de Surucucu (RR)


C-98 Caravan

Em uma pista de 1.067 metros de comprimento por 25 metros de largura, o C-98 Caravan da Força Aérea Brasileira (FAB) pousa de duas a três vezes ao dia, no Aeródromo de Surucucu – onde está localizado o 4º Pelotão Especial de Fronteira (4º PEF) do Exército Brasileiro – levando alimentos e medicamentos às comunidades indígenas Yanomami e também combustível de aviação, que abastece a aeronave H-60 Black Hawk responsável por levar os suprimentos às aldeias necessitadas. Além do H-60, o C-98 é a única aeronave da FAB capaz de pousar naquela pista, uma vez que ela se encontra deteriorada, o que impossibilita o pouso de grandes aeronaves.

04 fevereiro 2023

Yanomamis: entenda como funcionam as medidas de policiamento do espaço aéreo para combate ao garimpo ilegal


Por Suellen Siqueira

Brasília (DF), 03/02/2023 – A Força Aérea Brasileira (FAB) ativou uma Zona de Identificação de Defesa Aérea (Zida) na Região Norte do País. A medida, em cumprimento ao Decreto Presidencial nº 11.405, de 30 de janeiro de 2023, objetiva ampliar o combate às atividades de garimpo ilegal em Roraima, no contexto da Operação Yanomami, nas comunidades indígenas daquele território.

01 fevereiro 2023

Operação Escudo Yanomami é deflagrada pela FAB em Roraima

Zona de Identificação de Defesa Aérea será criada em território Yanomami



Com base no Decreto Presidencial N° 11.405, de 30 de janeiro de 2023, a Força Aérea Brasileira ativará a partir das 00h desta quarta-feira (01/02) uma Zona de Identificação de Defesa Aérea (ZIDA) no espaço aéreo da região norte do país. A medida tem por finalidade incrementar a capacidade de Defesa Aérea em uma área que compreende a Terra Indígena Yanomami e adjacências, contribuindo para o combate ao garimpo ilegal em Roraima (RR).

05 agosto 2022

Veja como a FAB atua na defesa e controle do espaço aéreo da Amazônia

Força Aérea emprega radares, satélites e aeronaves, 24 horas por dia, em ações que garantem a soberania do País



A Força Aérea Brasileira (FAB) é a responsável pelo Sistema de Defesa Aeroespacial Brasileiro (SISDABRA), que atende às necessidades do Brasil para controlar e exercer ações contra movimentos aéreos em circulação pelo Espaço Aéreo Brasileiro que estejam em confronto com os interesses nacionais ou em desacordo com as regras e normas em vigor, tanto em tempo de paz como em um eventual conflito.

Leia também