Publicidade

17 dezembro 2022

Submarino “Humaitá” realiza primeiro teste de propulsão no mar

O principal objetivo é cumprir etapas que garantirão a navegação segura do submarino antes da entrega ao Setor Operativo da Marinha


Imagem: SG Cassio

Por Capitão-Tenente (T) Gisele Costa e Capitão-Tenente (T) Bruno Oliveira - Rio de Janeiro, RJ

O Submarino “Humaitá” realizou, entre os dias 12 e 16 de dezembro, a primeira navegação na superfície com seu próprio sistema de propulsão, em área marítima localizada no litoral sul do Rio de Janeiro. Esse é um dos principais testes realizados antes das primeiras imersões dinâmicas, a caminho da entrega do submarino ao Setor Operativo da Marinha do Brasil.

“O objetivo principal desta saída ao mar foi a realização da primeira navegação independente e o cumprimento de um pacote de testes que garantirá a navegação segura do submarino na superfície para as próximas saídas e testes de mar previstos no processo construtivo do Submarino ‘Humaitá’ até a sua entrega”, afirmou o Capitão de Fragata Martim Bezerra de Moraes Junior, Comandante do “Humaitá”.

Durante a navegação na superfície do “Humaitá”, foram realizados diversos exercícios para testar a propulsão, a operação dos lemes em todas as modalidades, os sistemas de navegação, a carga de baterias, o sistema de comunicação e a autonomia na superfície, além da realização de treinamentos com a tripulação do submarino.

O Submarino Humaitá


Imagem: SG Cassio

O “Humaitá” (S-41) é o segundo de uma série de quatro submarinos convencionais de propulsão diesel-elétrica no âmbito do Programa de Submarinos (PROSUB).

Em agosto de 2022, o Submarino “Humaitá” realizou a flutuação operacional, um marco de segurança que define o início da última fase do projeto de construção, certificando que os sistemas de segurança e operação do submarino estão prontos para as provas de aceitação de cais e de mar.

Em novembro, o “Humaitá” cumpriu o teste de imersão estática e obteve resultado satisfatório nas avaliações. Após a navegação na superfície com seu próprio sistema de propulsão, os próximos passos a serem executados serão a imersão dinâmica e a imersão em grande profundidade com o submarino em movimento.

De acordo com o cronograma do PROSUB, o Submarino “Humaitá” (S-41) será entregue ao Setor Operativo da Marinha no 2º semestre de 2023, seguido do “Tonelero” (S-42) e do “Angostura” (S-43), os quais vêm avançando positivamente no calendário de entrega.

Imagem: SG Cassio

Os testes em ambiente operacional do “Humaitá” representam mais um passo importante no âmbito do PROSUB, que se consolida como um Programa Estratégico de substancial relevância para o Estado brasileiro. Além de ampliar a proteção do perímetro das águas da Amazônia Azul, esse empreendimento gera empregos que permite capacitar e qualificar mão de obra fortemente especializada, contribuindo para elevar o potencial estratégico de desenvolvimento científico e tecnológico do País.

Um comentário:

Leia também