Publicidade

31 outubro 2022

Comando Naval de Operações Especiais coordena Adestramento Conjunto Específico de Atiradores de Precisão

Operadores Especiais a bordo do NApOc “Purus” durante disparos do mar sobre alvos em terra

O período de 16 a 21 de outubro marcou a segunda etapa da fase prática do Adestramento Conjunto Específico de Atiradores de Precisão de Operações Especiais do Ministério da Defesa, coordenado pelo Comando Naval de Operações Especiais (CoNavOpEsp).

Durante esta fase do Adestramento, duplas de atiradores de precisão da Marinha, do Exército e da Força Aérea foram deslocadas para o Centro de Avaliação da Ilha da Marambaia (CADIM), onde puderam explorar o “Caráter Naval” nas atividades de tiro de precisão conduzidas pelo Grupamento de Mergulhadores de Combate (GRUMEC). A atividade permitiu aos militares das outras Forças conhecerem as peculiaridades da atividade em meios navais e aéreos da Marinha do Brasil.

O exercício desenvolveu-se a bordo do Navio de Apoio Oceânico (NApOc) “Purus” e de aeronaves UH-12 do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral, onde os atiradores realizaram o tiro embarcado sobre alvos em terra e derivantes no mar, permitindo aos militares das três Forças Armadas vivenciarem as técnicas e dificuldades inerentes ao disparo realizado de plataformas instáveis.

Tal expertise da MB, adquirida ao longo dos anos e aperfeiçoada durante as Missões de Paz no Líbano, foi fundamental para o intercâmbio das Técnicas, Táticas e Procedimentos (TTP) inerentes à atividade.

Comandante de Operações Navais cumprimenta os Atiradores de Precisão das três Forças após ação conjunta

O Adestramento Conjunto Específico teve suas atividades finais realizadas no Batalhão de Operações Especiais de Fuzileiros Navais entre os dias 20 e 21 de outubro de 2022, contando com a presença do Comandante de Operações Navais, que presidiu a cerimônia de encerramento. Durante esse período, foi realizado tiro embarcado em aeronave AH-11B, pertencente ao 1° Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque, e tiro de comprometimento no contexto de um tema tático.

Nenhum comentário:

Postar um comentário