Publicidade

07 julho 2022

Exército Brasileiro assina contrato para modernização dos blindados Cascavel


O Exército Brasileiro assinou hoje o contrato para a primeira fase do projeto de modernização de 98 Viaturas Blindadas de Reconhecimento Cascavel com o Consórcio de Empresas Força Terrestre, composto pelas empresas Akaer Engenharia (líder), Opto Space & Defense e Universal.

Esse primeiro contrato celebra a entrega de duas viaturas protótipo e um lote de sete viaturas que receberão inserção de ar-condicionado, revitalização do canhão 90 mm, e instalação de diversos outros equipamentos.

A Akaer Engenharia S.A., líder do Consórcio de Empresas Força Terrestre, venceu a licitação aberta pelo Exército Brasileiro para a modernização de um lote inicial de nove unidades da viatura blindada de reconhecimento média sobre rodas EE-9 Cascavel. O resultado da concorrência foi publicado no Diário Oficial da União de 4 de maio.

Essa conquista consagra o trabalho da Akaer, que há mais de 30 anos é reconhecida mundialmente pelo seu histórico no desenvolvimento de tecnologias de ponta dedicadas à defesa. “Trata-se de um projeto pioneiro com potencial de aplicação para toda a frota desse veículo em uso pelo nosso país, após a validação desse lote inicial a ser feita pelo Exército Brasileiro”, afirma o diretor comercial da Akaer, Aldo da Silva Junior.

O projeto consiste em um amplo pacote de modernização e adoção de novas tecnologias que envolve uma nova motorização e suspensão, fundamentais para incrementar as capacidades de locomoção do veículo nos mais variados tipos de terreno. Um sistema de ar-condicionado será implantado para melhorar o ambiente operacional da tripulação composta por motorista, atirador e comandante.

Em relação a consciência situacional, característica vital para as rápidas tomadas de decisões no campo de batalha, a Akaer irá substituir a atual torre mecânica do comandante por uma nova torre automatizada. Essa melhoria irá incrementar a velocidade de resposta aos comandos e precisão de operação.

Visando o aumento da efetividade operacional no emprego de armas, o programa inclui a substituição das miras ópticas, por um moderno sistema optrônico para busca e pontaria dos alvos e identificação de eventuais ameaças. Essa tecnologia permitirá a operação diurna e noturna e em condições atmosféricas degradadas.

Um moderno computador de tiro será responsável pela execução de todos os cálculos balísticos, proporcionando um aumento significativo na probabilidade de acerto de alvos.

O sistema eletrônico contará com um computador de comando e controle que irá analisar, em tempo real, todos os sensores espalhados pelo veículo para a leitura dos parâmetros ambientais que interferem na execução das missões.

O EE-9 Cascavel modernizado contará com a adição de um lançador de mísseis antitanque em sua torre principal, introduzindo essa capacidade em veículos blindados de reconhecimento do Exército Brasileiro.

A oficialização do contrato ocorreu em frente ao Quartel General do Exército Brasileiro, em Brasília (DF), com a presença do CEO da Akaer, Cesar Silva, o Vice-Presidente para Vendas e Marketing da Akaer, Aldo da Silva Junior, e o Diretor de Fabricação do EB, General de Divisão Tales Eduardo Areco Villela

A conquista desse projeto foi ressaltada pelo CEO da Akaer, Cesar Silva: “A Akaer sente-se honrada em ter sido selecionada pelo Exército Brasileiro para o programa de modernização do EE-9 Cascavel. É uma clara demonstração de reconhecimento da capacidade da engenharia e da indústria nacional em apoio às necessidades das forças armadas no Brasil”, declarou o CEO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário