Corveta “Barroso” atraca na Base Naval do Rio de Janeiro após Operação “Líbano XVI”

Atracação da Corveta “Barroso” na BNRJ

A Corveta “Barroso” regressou à sua sede, no dia 24 de maio, após cumprir sua missão e ser substituída pela Fragata ‘‘Independência’’ como navio capitânia da Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (FTM-UNIFIL). O navio, subordinado ao Comando do 2º Esquadrão de Escolta, partiu do Rio de Janeiro-RJ no dia 4 de agosto de 2019 e, após quase dez meses de comissão, atracou na Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ).

Tendo cumprido escalas logísticas nos portos de Natal-RN, Funchal (Portugal), e Toulon (França), o navio atracou em Beirute, Líbano, em 7 de setembro de 2019 e substituiu a Fragata “União” como capitânia da FTM-UNIFIL no dia 15 de setembro de 2019. No regresso ao Rio de Janeiro, a Corveta “Barroso” realizou escalas nos portos de Málaga (Espanha), Las Palmas (Espanha) e Recife-PE.

A missão UNIFIL foi criada pela Organização das Nações Unidas, em 1978, e seu componente marítimo – a FTM, em 2006, com as tarefas de impedir a entrada de armas e materiais correlatos em território libanês e prestar apoio para o desenvolvimento da Marinha do Líbano em relação ao treinamento de seu pessoal, para que essa seja capaz de controlar suas águas territoriais no futuro.

Corveta “Barroso” em operação no Líbano

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Primeiro caça Gripen da FAB já está a caminho do Brasil

Primeiro Gripen E da Força Aérea Brasileira – Foto: Saab O primeiro caça F-39 Gripen E brasileiro já deixou a Suécia a bordo de um navio mer...