Corpo de Fuzileiros Navais celebra 212 anos

Cerimônia foi realizada na Fortaleza de São José da Ilha das Cobras

O Comando-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais promoveu, na manhã desta quinta-feira, 5 de março, uma cerimônia alusiva ao 212º aniversário do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN), na Fortaleza de São José da Ilha das Cobras, Centro do Rio.

O Ministro de Estado da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, presidiu a solenidade e destacou, durante coletiva à imprensa, que a contribuição dos fuzileiros navais com a sociedade vem sendo feita desde a chegada da família real portuguesa no Brasil, em 1808.

Ministro da Defesa presidiu a cerimônia alusiva aos 212 anos do Corpo de Fuzileiros Navais

O ministro da Defesa destacou a importância que os fuzileiros navais exercem na sociedade desde 1808

“Enquanto oficial-general do Exército, participei de diversas operações conjuntas com o CFN, como a missão no Haiti, as olimpíadas, entre outras. Desde o ano passado, quando assumi o Ministério da Defesa, estamos sempre contando com a participação dos fuzileiros navais em operações e terminamos, hoje, a greve dos PMs no Ceará. São uma tropa aguerrida, vibrante, disciplinada e altamente profissional”, destacou.

Também estiveram presentes à cerimônia o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior; ex-ministros e ex-comandantes da Marinha; antigos Comandantes-Gerais do CFN; entre outras autoridades civis e militares.

O Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais ressaltou que o CFN vem ampliando e consolidando sua disposição em servir à sociedade brasileira

O Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Almirante de Esquadra (FN) Alexandre José Barreto de Mattos, ressaltou em seu discurso que, diante da crescente complexidade dos cenários nacional e internacional, o Corpo de Fuzileiros Navais vem ampliando e consolidando sua disposição em servir à sociedade brasileira, sempre ancorado nos valores de honra, competência, determinação e profissionalismo, sendo este último o valor a ser trabalhado no ano de 2020.
“Visando o fortalecimento de crenças, de vínculos de comprometimento e do sentimento de pertencimento de nossos fuzileiros navais, foi normatizado no último ano o Programa de Otimização e Desempenho de Recursos Humanos (PODERH). O CFN está investindo nesse tipo de iniciativa, pois acredita que o recurso humano é o eixo central das organizações bem-sucedidas. Apenas as organizações que enxergarem esta realidade e valorizarem o seu capital humano permanecerão vivas e fortes no terceiro milênio”, enfatizou.

Ocasião também marcou a entrega da Medalha Mérito Anfíbio

Foram agraciados 52 militares com quatro âncoras em ouro, prata ou bronze

No evento, foi homenageado, ainda, o Cabo Fuzileiro Naval de Máquinas e Motores Gilmar Correia da Silva, eleito Fuzileiro Padrão 2019

A cerimônia também marcou a entrega da medalha Mérito Anfíbio em reconhecimento aos militares que, em exercícios e operações, distinguiram-se pela exemplar dedicação e pelo aprimoramento de sua condição de combatente anfíbio. Foram agraciados 52 militares com quatro âncoras em ouro, prata ou bronze. No evento, foi homenageado, ainda, o Cabo Fuzileiro Naval de Máquinas e Motores Gilmar Correia da Silva, eleito Fuzileiro Padrão 2019.

FONTE: Comando Geral do Corpo de Fuzileiros Navais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

VÍDEO - F-39E Gripen realiza primeiro voo em espaço aéreo brasileiro

A primeira aeronave multimissão F-39E Gripen chegou ao Porto de Navegantes, em Santa Catarina (SC), no domingo, dia 20 de setembro, após ter...