Classe ‘Ford’ de porta-aviões pode ficar com apenas quatro navios

USS Gerald R. Ford – CVN78 - Foto: Wikimedia

A Marinha dos EUA pode não comprar mais porta-aviões da classe “Ford” após a conclusão do quarto navio, Doris Miller (CVN 81).

O site Breaking Defense relata que dois estudos que sendo conduzidos pelo Pentágono podem decidir como a Marinha projeta e constrói porta-aviões além de 2030.

O secretário interino da Marinha, Thomas Modly, lidera o esforço Future Carrier 2030 Task Force, enquanto o vice-secretário de Defesa David Norquist está examinando a futura estrutura da força naval.

A Future Carrier 2030 Task Force, que o serviço planeja anunciar em breve, levará seis meses para estudar como os porta-aviões se comparam às novas gerações de submarinos furtivos e armas de precisão de longo alcance que estão sendo lançadas na China e na Rússia.

FONTE: Poder Naval

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Primeiro caça Gripen da FAB já está a caminho do Brasil

Primeiro Gripen E da Força Aérea Brasileira – Foto: Saab O primeiro caça F-39 Gripen E brasileiro já deixou a Suécia a bordo de um navio mer...