Marinha realiza Operação “Ribeirinha” com carros anfíbios em Belém-PA

Carro Lagarta Anfíbio é lançado do navio durante adestramento ribeirinho

O dia 5 de fevereiro marcou o momento principal do Adestramento de Operações “Ribeirinhas” (“ADERIB”), realizado em Belém-PA, pela Marinha do Brasil. O treinamento militar teve seu ápice em praia na área do Outeiro, com ações de desembarque de tropas em um contexto simulado de guerra, que contaram com diversos navios, Carros Lagarta Anfíbios (CLAnf), lanchas e helicópteros, além de mais de mil militares envolvidos.

O evento teve como objetivo integrar os diferentes meios e pessoal de Marinha a fim de aperfeiçoar as técnicas de ação e combate bem como demonstrar a capacidade do Poder Naval. Os comandantes da Força de Fuzileiros da Esquadra e do 4º Distrito Naval ressaltaram a importância deste tipo de atividade nesta região ribeirinha para aumentar a proteção do Portal da Amazônia e a flexibilidade de interação dos meios.

A operação contou com a participação da Força de Fuzileiros da Esquadra (FFE), do Navio de Desembarque de Carros de Combate (NDCC) “Almirante Saboia” e militares de diversas organizações militares subordinadas ao Comando do 4º Distrito Naval, do qual destacam-se: o Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Norte, presente por meio do Navio-Auxiliar “Pará”, Navio de Apoio Oceânico “Iguatemi” e Navio-Patrulha “Bracuí”, a Capitania dos Portos da Amazônia Oriental e o 2º Batalhão de Operações Ribeirinhas.

O início das atividades foi marcado pela simulação de ataques assimétricos durante a navegação do NDCC “Almirante Saboia” até o ponto em que foi efetuado o lançamento de quatro CLAnfs na baía do Guajará, transportando, ao todo, 88 Fuzileiros Navais, que se dirigiram até a faixa de areia da praia para ocupar o local e anular o poder do possível inimigo. Em apoio aos CLAnfs, Embarcações de Transporte de Tropa seguiram em direção à costa ribeirinha para potencializar a ação de controle e conquista do território. Por fim, a aeronave “Super Cougar” (UH-15), do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Norte, pousou no NDCC “Almirante Saboia” para embarcar dez Fuzileiros Navais, que desceram de rapel na área do exercício, para também contribuir com a ação. Ao final do exercício, moradores da região conheceram os CLAnfs que estavam na praia, se aproximando, assim, ainda mais da Marinha.

Militares realizam rapel para simulação de apoio de tomada de território

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Primeiro caça Gripen da FAB já está a caminho do Brasil

Primeiro Gripen E da Força Aérea Brasileira – Foto: Saab O primeiro caça F-39 Gripen E brasileiro já deixou a Suécia a bordo de um navio mer...