Novo bombardeiro B-21 da USAF terá capacidade ar-ar


O novo bombardeiro furtivo da Força Aérea dos EUA, o B-21 Raider, provavelmente terá capacidades de defesa ar-ar, assim como os caças modernos.

Em um artigo para a revista Air Force Magazine, o diretor de Operações Aéreas e Cibernéticas das Forças Aéreas do Pacífico, general Scott L. Pleus, confirmou que os bombardeiros da próxima geração terão novos recursos de autodefesa durante o voo.

O major-general Scott L. Pleus expôs detalhes de novos equipamentos e novos conceitos para sustentar a superioridade aérea da Força Aérea nas próximas décadas, acrescentando que “um B-21 que também possui recursos ar-ar”.

Anteriormente, os líderes da Força Aérea também disseram que o novo B-21 Raider é uma aeronave de longo alcance e de alta sobrevivência capaz de penetrar nas defesas aéreas e realizar uma série de missões críticas.

Fontes familiarizadas com o desenvolvimento de bombardeiros de última geração disseram que o B-21 Raider seria equipado com radar avançado que fornecerá recursos ar-ar. Para defesa ar-ar, o novo bombardeiro também teria capacidade adicional para transportar mísseis ar-ar.

O programa B-21 Raider tem um design maduro e estável e agora está em transição para o desenvolvimento da fabricação da primeira aeronave de teste. A Northrop Grumman está utilizando suas instalações em Melbourne para o projeto e desenvolvimento do B-21 Raider.

Bombardeiros B-1 Lancer, B-2 Spirit e B-52 Stratofortress quebram a formação sobre a Barksdale AFB, em 2 de fevereiro de 2017. O B-21 Raider trará novas tecnologias e capacidades à aviação estratégica da USAF

FONTE: Defence Blog via Poder Aéreo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Primeiro caça Gripen da FAB já está a caminho do Brasil

Primeiro Gripen E da Força Aérea Brasileira – Foto: Saab O primeiro caça F-39 Gripen E brasileiro já deixou a Suécia a bordo de um navio mer...