SEPROD visita a Base Industrial de Defesa do Rio Grande do Sul

Brasília 24/07/2019 - As empresas da Base Industrial da Defesa (BID) devem se unir em uma Frente Ampla da Economia de Defesa, com a finalidade de ganhar peso específico e maior capilaridade para, juntamente com o Ministério da Defesa, superar os principais desafios do setor. A leitura é do Secretário de Produtos de Defesa (SEPROD) do Ministério da Defesa, Marcos Degaut, que, nos dias 9 e 10 de julho participou da reunião do Comitê de Defesa (COMDEFESA) da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS) e também visitou as Empresas de Defesa (ED) e Estratégicas de Defesa (EED) daquele estado.


Durante a reunião, que ainda contou com a participação de representantes do SENAI, SEBRAE, Forças Armadas e empresários, o Secretário fez um relato das atividades desenvolvidas pela Secretaria neste ano. Degaut também apresentou o Planejamento Estratégico que vem sendo implementado na SEPROD, e é baseado em três eixos: Político-Estratégico, Econômico-Comercial e Sociopolítico.

O objetivo é fazer com que as ações estratégicas derivadas desse planejamento impactem positivamente no processo de consolidação e fortalecimento da economia de Defesa nacional. Para isso, o foco é, com base na identificação de gargalos, buscar as soluções e demonstrar para a sociedade a relevância da BID em diversos aspectos, especialmente no que se refere à geração de empregos, renda e desenvolvimento tecnológico. O Secretário afirmou que, em breve, espera anunciar boas notícias na área de certificação/homologação, bem como no segmento de financiamentos e garantias.


Na sequência, a comitiva do Ministério da Defesa, também composta pelo General de Divisão Danilo Aguiar, Diretor do Departamento de Financiamentos e Economia de Defesa da SEPROD e pelo Coronel Reinaldo Karmaluk, visitou, na capital gaúcha, a empresa AEL Sistemas, onde conheceu a solução de Rádio Definido por Software (RDS). A ferramenta conta com alto grau de segurança e flexibilidade, que permite maior interoperabilidade entre as Forças Armadas.

Em Caxias do Sul, a comitiva visitou as unidades 1 e 2 da empresa Agrale, onde são produzidas as viaturas militares Marruá, além de caminhões e tratores e a manutenção de blindados. A empresa já forneceu mais de 3,5 mil unidades da viatura para o Exército. Atualmente, a montadora tem clientes em 30 países.
O último compromisso foi no município de São Leopoldo, com visita à empresa Taurus. Os diretores da companhia apresentaram todas as etapas do inovador processo produtivo das diversas armas que fazem parte do portfólio da empresa e o rigoroso procedimento de controle de qualidade dos produtos. Atualmente, a Taurus exporta para mais de 100 países.

Por André Pinto

Fotos: Divulgação SEPROD

FONTE: ASCOM Ministério da Defesa

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Embraer entrega primeiro jato E-99 modernizado à FAB

Embraer E-99M Gavião Peixoto – SP, 27 de novembro de 2020 – Em cerimônia realizada nesta sexta-feira na planta da Embraer em Gavião Peixoto...