Protótipos do Gripen E 39-9 e 39-10 voam juntos

Protótipos do Gripen E 39-9 e 39-10 voando juntos pela primeira vez

A Saab deu outro grande passo à frente nos testes do caça Gripen E. Os dois últimos aviões Gripen E, designados 39-9 e 39-10, recentemente voaram juntos testando sensores e sistemas táticos.

Nas fotos divulgadas os aviões já aparecem equipados com o sistema IRST (busca e acompanhamento por infravermelho) Skyward-G no nariz.

O Skyward-G é um sensor eletro-óptico de longo alcance. Passivo, não emite sinais de seu uso e detecta assinaturas de calor de outras aeronaves, sem ser detectado, o que proporciona vantagens táticas: com o sistema IRST, um caça Gripen pode detectar e acompanhar alvos inimigos, incluindo aeronaves, navios e veículos terrestres com significativa capacidade “contra-furtivo” (counter-stealth).

Quando em conjunto com outros sensores do Gripen, permite a obtenção de informações de acompanhamento de alta fidelidade contra alvos complexos a longas distâncias (além do alcance visual).

Três protótipos do Gripen E, designados 39-8, 39-9 e 39-10, estão envolvidos na campanha do fabricante sueco, além do Gripen NG Demo, 39-7.

As atividades de voo até agora incluíram testes de transporte e disparo do míssil Meteor da MBDA, além de testes de separação de mísseis ar-ar de alcance visual Diehl Defense IRIS-T. O trabalho atual envolve o radar de varredura eletrônica ativa (AESA) Raven ES-05 e o sensor de busca e rastreamento por infravermelho (IRST) – ambos fornecidos pela Leonardo – e a suíte de guerra eletrônica Arexis da Saab.

O próximo Gripen E a voar será o primeiro avião destinado à Força Aérea Brasileira, que está em fase final de montagem na Suécia.

Eddy de la Motte, chefe de unidade de negócios da Saab do Gripen E/F, disse que a empresa pretende ter oito aeronaves da nova geração voando antes do final deste ano, incluindo quatro exemplares de produção que estão em fase final de montagem em Linköping.

A Força Aérea Sueca receberá 60 caças Gripen E, e o Brasil – primeiro cliente de exportação –, terá uma frota de 36 unidades, com 28 monopostos e oito Gripen F bipostos.

Protótipos do Gripen E 39-9 e 39-10 já estão equipados com o IRST Skyguard-G (clique nas imagens para ampliar)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Primeiro caça Gripen da FAB já está a caminho do Brasil

Primeiro Gripen E da Força Aérea Brasileira – Foto: Saab O primeiro caça F-39 Gripen E brasileiro já deixou a Suécia a bordo de um navio mer...