Naval Group flutua o submarino nuclear de ataque Suffren


PARIS – A empresa naval francesa Naval Group fez flutuar o Suffren, o primeiro submarino nuclear de ataque da classe Barracuda da Marinha Nacional Francesa.

O submarino foi oficialmente revelado em 12 de julho, mas devido a atrasos em sua conclusão, o lançamento real teve que ser adiado até o final de julho e, finalmente, ocorreu no dia 1 de agosto.

O Suffren é o primeiro da série da classe Barracuda, projetada para substituir a geração da classe Rubis. O Naval Group é responsável pela construção desta série de submarinos, incluindo a concepção e construção do navio e sistemas de informação, bem como a fabricação dos principais componentes da caldeira nuclear.

O Naval Group é o principal contratante geral da arquitetura do navio (2.500 pessoas) e a TechnicAtome é a principal contratada do reator nuclear. A Agência Francesa de Aquisição de Defesa (DGA) está encarregada do programa geral, com a Comissão de Energia Atômica e Energias Alternativas (CEA) para o reator nuclear.

O Suffren é um dos submarinos mais furtivos do mundo. Essa discrição, combinada com seus recursos avançados de detecção, garante sua superioridade acústica.

Pela primeira vez graças aos submarinos da classe Suffren, a Marinha Francesa terá uma capacidade de ataque profundo com os mísseis de cruzeiro navais MBDA (MdCN). A última geração de SSN também permite o desdobramento discreto de forças especiais debaixo d’água, em particular graças à sua “eclusa de mergulhadores” e ao transporte opcional de um abrigo de convés seco que permite o desdobramento de veículos submarinos.


O Suffren visto pela popa. A cobertura azul oculta o propulsor “pump jet”, para resguardar as possíveis cacaterísticas acústicas do submarino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

DESTAQUE

Primeiro caça Gripen da FAB já está a caminho do Brasil

Primeiro Gripen E da Força Aérea Brasileira – Foto: Saab O primeiro caça F-39 Gripen E brasileiro já deixou a Suécia a bordo de um navio mer...